HOME     MUSIC     TV & MEDIA    CINEMA      FAIT DIVERS        INTERVIEWS     LIFE     CONTACTS     ABOUT

MUSIC | FALA-ME DE AMOR


Quando Não há Estrelas no Céu, o Prometido é devido e A Paixão acontece.
O Primeiro Beijo será depois de longos dias a gritar, Menina (que) estás a Janela vem comigo descobrir os Loucos de Lisboa? Eis a questão.
Naquele dia em que usavas A Gargantilha, disse-te "Não queiras saber de mim". Sabes porque te disse? Porque sempre ouvi dizer: "Não invoquem o amor em vão". Mas hoje, minha Rapariguinha do Shopping, eu sei que gosto mesmo de ti.
Por favor, Não me Mintas, é uma Questão de Confiança. Amas O Chico Fininho ou a mim? Diz-me, mesmo que eu fique numa Praia de Lágrimas.
Eu sou um Cavaleiro Andante e dia após dia vou Caminhando Até ti (...) E mais tarde ou mais cedo, aceitarás o Anel de Rubi. Até lá irei deixar-te sempre um Postal dos Correios. Eu espero por ti Todo o Tempo do Mundo, Por ti corto o cabelo com Máquina Zero e vou a África ou ao Baile da Paróquia.
Peço-te, Miúda, Não percas o teu mistério. Mesmo que digas que Não há canções de amor, eu canto só para ti a Canção de New York.
Quero Três minutos de Atenção para Um Café e Um Bagaço no Porto Sentido ou no Porto Côvo. Prometo-te que mesmo que a minha Veia do Poeta enlouqueça, eu irei sempre Voar como o Jardel e no Intervalo da Canção de Alterne dizer-te que Nunca me esqueci de ti.

Isto parece um Fado do Ladro Enamorado, minha Donzela Diesel. Mas, Um dia, numa Avenida, vamos beber Champagne, aprender As Regras da Sensatez e a Pequena Dor, desaparecerá. Sabes O que eu quero ser Quando for Grande? A Estrela de Rock And Roll da Ilha. Até lá, Jura que o teu Lado Lunar não tem Luz Falsa.

Poderás ser Uma Trolha D'Areosa e teres Um presépio de Lata mas serás sempre a minha Morena de Azul.

Ps. Ai quem me dera a mim Rolar contigo num Palheiro.

*texto com base nas letras das músicas de Rui Veloso.




1 comentário: